Gastrite Crônica – Sintomas e Tratamentos

A gastrite crônica é a inflamação lenta e gradual da mucosa do estômago. A inflamação pode durar mais de 3 meses sem apresentar nenhum tipo de sintoma. Esse tipo de gastrite pode causar hemorragias e o surgimento de úlceras no estômago. A gastrite crônica pode surgir pelo excesso de remédios anti-inflamatórios, infecções bacterianas e abuso de bebidas alcoólicas.

O tratamento da gastrite crônica deve ser feito acompanhada de um médico especialista para evitar o surgimento de feridas nas paredes do estômago e sangramentos. O tratamento é baseado em modificações e restrições na dieta, uso de antibióticos e prática de esportes.

Sintomas da Gastrite Crônica

Por ser uma doença assintomática, ou seja, sem sintomas, os sintomas demoram muito para surgirem. Mas fique atento aos possíveis avisos de seu corpo para descobrir se há algo errado e tratar rapidamente. Os principais sintomas da gastrite crônica são:

  • Pontadas no estômago;
  • Sensação constante de estômago muito cheio;
  • Digestão muito lenta;
  • Perda de apetite;
  • Barriga inchada.

Duas mãos em cima da região do abdômen simulando sentimento de dor

Esses sintomas são sinais de que a inflamação já está em estado avançado, porém há classificações da inflamação da gastrite crônica. São elas:

  • Gastrite crônica leve: representa a fase inicial da gastrite crônica e é quando só uma pequena parte do estômago foi atingida pela inflamação. Geralmente não apresenta sintomas notáveis.
  • Gastrite crônica moderada: o estômago já está mais comprometido pela inflamação e apresenta sintomas que devem ser tratados imediatamente.
  • Atrofia gástrica: quando a mucosa do estômago está quase totalmente destruída e representa a fase final e mais grave da gastrite crônica. A atrofia gástrica pode resultar em úlceras e requer um acompanhamento médico imediato.

Também é classificada conforme a região que afeta o estômago, são elas: gastrite crônica antral e gastrite crônica no corpo do estômago, que é a inflamação mais comum.

Gastrite Crônica Antral

A gastrite crônica antral é a inflamação da região do antro do estômago, ou seja, a região mais baixa do estômago que faz contato com o intestino. É um local comum para ocorrência da inflamação uma vez que ali habitam colônias de bactérias que podem causar infecções se não forem tratadas corretamente. Um dos sintomas da gastrite antral é a hiperacidez do estômago, causando extremo desconforto e ocasionalmente hemorragias.

Gastrite Crônica tem Cura?

Sim, se combinado com alimentação balanceada, uso correto de medicações, redução de estresse e acompanhamento médico é possível curar a gastrite crônica. Geralmente são receitados remédios protetores gástricos, que auxiliarão na cicatrização das feridas causadas pela inflamação assim como antiácidos, que reduz significativamente os ácidos no estômago.

Apenas a medicação não será o suficiente para curar a gastrite crônica. É necessário uma dieta rigorosa somada com uma rotina de prática de esportes. Aliviar a tensão e o estresse é vital para a cura da gastrite crônica, uma vez que a tensão gerada pelo estresse libera ácidos no estômago, piorando o quadro da gastrite.

Abaixo uma relação de alimentos que devem ser reduzidos ou cortados da dieta para uma melhora da gastrite crônica:

  • Alimentos ácidos, frutas como laranja, limão e abacaxi devem ser evitados, assim como os seus respectivos sucos;
  • Frituras pioram a qualidade da digestão;
  • Condimentos fortes como pimentas, alho, cebola, vinagre devem ser substituídos na hora de temperar;
  • Embutidos como calabresas, bacon, mortadelas;
  • Café, principalmente o consumo de café de estômago vazio;
  • Bebidas alcoólicas devem ser cortadas.

Bacon fatiado em uma tábua de madeira

Complete a sua dieta com outras opções mais saudáveis, como inhame e couve flor. Estes alimentos ajudam na reconstrução da parede digestiva e melhoram o sistema imunológico. Água de coco também é uma opção para adotar na dieta contra a gastrite. Não se esqueça que alimentos como o ovo, gelatina, pão integral e iogurtes são boas opções para tratar a gastrite crônica. Procure sempre evitar o consumo de farinha branca e açúcar.

Como posso Tratar minha Gastrite em Casa?

Procure se alimentar em curtos períodos de tempo. Forrar o estômago é essencial para evitar a inflamação das paredes estomacais. Aliar uma atividade esportiva ou que libere a tensão é essencial. O estresse é uma das principais causas para a gastrite e em casos de gastrite crônica apenas o uso de remédios não irá aliviar os sintomas. Com uma rotina balanceada e saudável é possível curar a gastrite em casa sem o uso de remédios.

Mulher branca feliz comendo salada de brócolis e tomate cereja

E se eu tiver uma crise em casa?

Você pode optar pelo suco de batata que te ação anti ácida e alivia na hora os sintomas. Para fazer o suco é necessário um ralador, uma batata descascada e um pano. Rale a batata e esprema a batata no pano, o líquido que sair deverá ser ingerido na hora ou até mesmo 30 minutos antes das refeições. Não é recomendado armazenar o líquido para não correr o risco de fermentação. Outra opção são chás naturais. Os chás de hortelã e alecrim são calmantes estomacais, anti-inflamatórios e antibacterianos naturais. O chá dessas duas plantas possuem sabor agradável e refrescante. O chá de espinheira santa também é benéfico para tratar a gastrite nervosa. Para fazer é necessário folhas das plantas e água fervendo. Deixar em infusão por 5 minutos e ingerir durante as crises de gastrite para aliviar os sintomas.

 

 

 

 

Deixe uma resposta