Dietas para Gastrite

Uma das principais causas da gastrite é a alimentação. Somada com estresse, cigarro, excesso de café e alcoolismo, a gastrite pode ser muito prejudicial para o trato digestivo, afetando a qualidade de vida. Um meio eficiente para tratar e até mesmo evitar a gastrite é modificando a alimentação para uma dieta menos agressiva. Produtos excessivamente industrializados, cafés muito ácidos, combinações de frutas cítricas e bebidas alcoólicas, tudo isso deve ser reduzido ao máximo para um melhor aproveitamento da alimentação.

Mas afinal, qual a dieta mais apropriada para a minha gastrite?

Depende da sua gastrite. Há diversos tipos de gastrites e cada uma delas deve ser tratada diferente. É necessário adaptar a sua dieta conforme as suas necessidades, mas sempre buscando evitar alimentos pesados demais. Isso não significa que você deve excluir o churrasco e a cerveja da sua vida, mas buscar o equilíbrio na sua alimentação e não pecar pelo excesso.

Abacate, nozes, salmão, tomate, laranja e azeite de oliva dispostos em formato de coração

Tenho Gastrite e Refluxos, como deve ser a minha Dieta?

Refluxo é uma consequência da gastrite, uma vez que os ácidos contidos dentro do estômago sobem pelo esôfago em vez de continuar o fluxo da digestão. O ideal é procurar um gastroenterologista para encontrar as causas da gastrite e o tratamento mais apropriado para o seu caso. Porém é possível tratar em casa criando hábitos e mudanças na dieta. Preste atenção também na forma que você faz as suas refeições, comer rápido e em ambientes estressantes com muita agitação pode ser uma das causas para o refluxo também. Evite tomar líquidos durante as refeições, deitar até 30 minutos após as refeições, refeições líquidas como sopas e caldos antes de dormir. Faça suas refeições até 2 horas antes de dormir, mastigue devagar e faça refeições pequenas.

Procure sempre se alimentar de forma adequada, se possível encaixe os itens abaixo na sua dieta:

  • Chá de gengibre – O chá de gengibre estimula o estômago a produzir mais enzimas e diminui o tempo que a comida fica no estômago, evitando o refluxo;
  • Vinagre orgânico de maçã – Uma opção para temperar sua salada, o vinagre de maçã tem efeito alcalinizante no estômago, neutralizando a acidez. Pode tomar de 2 a 3 colheres de vinagre de maçã antes das refeições para um maior efeito;
  • Chá de camomila – O chá de camomila é um calmante para o estômago e ajuda a diminuir o refluxo.

Inclua vegetais de folhas escuras, cereais e frutas oleaginosas na sua dieta. Elas ajudam na reconstituição das paredes do estômago e por serem alimentos leves não causam refluxo.

Xícara de chá branca com gengibre cortado em rodelas ao lado

Tenho Problema de Esofagite, o que devo Comer?

Esofagite é um problema de inflamação no tubo que liga a boca ao estômago, o esôfago. Causa dores, dificuldades de engolir e dores no peito. A esofagite pode ser agravada quando se tem gastrite e refluxo. Os ácidos estomacais voltam ao esôfago tornando a inflamação pior.  Alguns alimentos podem piorar a inflamação no esôfago, como alimentos à base de tomate, frutas cítricas, café, álcool e refrigerantes. Crie o hábito de beber até 2 litros de água por dia, para melhorar o fluxo no esôfago.

Inclua na sua dieta alimentos leves, principalmente vegetais de folhas escuras, chás de camomila. Evite chá de hortelã para não haver sensação de desconforto na área do esôfago. Substitua os temperos alho e cebola por ervas finas, manjericão ou até mesmo salsinha. Não use condimentos apimentados, a pimenta pode piorar o caso de esofagite. Evite também o consumo de qualquer tipo de chocolate, mesmo os mais amargos. Corte o café e a bebida alcoólica. Crie o hábito de consumir chás, como o chá de maçã por exemplo, que alivia o refluxo e o desconforto causado pela esofagite.

Eu sofro com Gastrite Crônica, o que posso Comer?

Lima, maçã, abacate, banana, procure variar o seu cardápio com frutas que não sejam ácidas. Busque incluir frutas como castanhas e nozes. O óleo presente nessas frutas ajudam a combater a acidez estomacal e a prevenir os desconfortos da gastrite crônica. Evite sempre condimentos fortes e excesso de açúcar. Crie o hábito de tomar de 2 a 3 xícaras de chá de hortelã e alecrim para ajudar na digestão. Tente também fazer pequenas refeições com maior frequência, já que um dos maiores problemas da gastrite crônica é a sensação de desconforto quando o estômago está vazio.

E para a Gastrite Nervosa?

A gastrite nervosa é causada pela tensão e pelo estresse. Evite alimentos com açúcar e cafeína, eles podem provocar ansiedade. Crie o hábito de tomar chá de camomila ao longo do dia. A camomila tem efeito calmante e ajuda na digestão. Inclua vegetais e legumes cozidos, eles são leves para o estômago e podem compor uma dieta equilibrada.

Gastrite Erosiva, como se Alimentar?

É o tipo de gastrite mais agressiva que tem. Para tratar a gastrite erosiva é necessário fazer uma dieta bastante rigorosa que corte alimentos fortes. Deve-se evitar pimentas, condimentos fortes, alimentos pesados, bebidas alcoólicas, excesso de açúcar e café. Inclua vegetais de folhas escuras, como couve, agrião e rúcula. Elas ajudam a reconstituir as paredes do estômago.

Agrião, couve, rúcula e brócolis

 

Fontes:

https://lume.ufrgs.br/handle/10183/57197

https://www.researchgate.net/profile/Delia_Aguiar/publication/10654549

https://lume.ufrgs.br/handle/10183/173820

 

 

Deixe uma resposta